Grupo BEA realiza no Paraná encontros que debatem o bem-estar animal - No Mundo do Ovo - A Hora do Ovo

o site de notícias do mundo do ovo

VET IMPORTMERCOAVES TOPONetto Alimentos

No Mundo do Ovo


publicidade
ValeplastSemana do Ovo Ovos RS 2018VET IMPORT
http://www.ahoradoovo.com.br/arquivos/img/2018/10/1561_4846_conteudo_g.jpg
Bem-estar animal em pauta em duas universidades paranaenses.

 

O debate sobre bem-estar animal da avicultura de postura prossegue firme sob a coordenação do Grupo BEA (Bem-estar animal), que reúne especialistas da Embrapa Suínos e Aves e Esalq-USP, sob a chancela do Ministério da Agricultura e Pecuária, o MAPA. Depois de promoverem debate sobre o tema em vários eventos, como o Congresso da APA e em encontros como o Egg Production Precision Day, no interior de São Paulo, chegou a vez do Paraná debater o bem-estar animal.

São dois encontros realizados neste dia 2 de outubro, em Realeza (Sudoeste do Paraná), e no dia 4 de outubro, em Maringá (Noroeste do Paraná). O tema Atualização e treinamento em bem-estar animal na produção de ovos é dirigido a avicultores, profissionais da área avícola e alunos de graduação e pós-graduação.

O evento, que acontece no Auditório do Hospital Veterinário da Universidade Federal da Fronteira Sul – Câmpus de Realeza (PR), pretende discutir os avanços técnicos e as práticas de bem-estar animal aplicadas na avicultura de postura no país. A ideia, segundo os organizadores, é unir o discurso à visão do governo, das empresas e dos produtores. “Ao mesmo tempo, visa proporcionar aos produtores de ovos uma atualização do tema na cadeia produtiva”, informa a divulgação da Embrapa Suínos e Aves, sediada em Chapecó (SC).

Compõem o grupo organizador os profissionais Antônio Carlos Pedroso e Antônio Marcos Myskiw, ambos da Universidade Federal da Fronteira Sul – PR, os pesquisadores Helenice Mazzuco e Paulo Giovanni Abreu, ambos da Embrapa Suínos e Aves – Chapecó – SC; e o professor Iran José Oliveira da Silva, a Esalq/Nupea – Piracicaba – SP.

Em Maringá, no Noroeste do Paraná, o encontro acontece no Auditório do Nupélia - Bloco G90 – localizado no câmpus da Universidade Estadual de Maringá, a UEM.

Confira as duas programações – de Realeza e de Maringá – que são praticamente idênticas, com exceção de uma palestra que se diferencia entre os dois eventos e acontece a partir das 13:30 hs.

Maiores informações com Marisa Cadorin - (49) 3441-0400 - cnpsa.eventos@embrapa.br

ATUALIZAÇÃO E TREINAMENTO EM BEM-ESTAR ANIMAL NA PRODUÇÃO DE OVOS

Dia 2 de outubro – REALEZA - PR

8h às 08h30: Credenciamento dos participantes.

8h30 às 9h: O Mapa e a posição do mesmo sobre a cadeia de produção de ovos e o BEA - Liziè Pereira Buss (Mapa).

9h às 9h30: Apresentação das ações do Projeto BEA - Poedeiras - Helenice Mazzuco (Embrapa Suínos e Aves).

9h30 às 10h15: Ética na produção de ovos visando o bem-estar das poedeiras - Tatiana Carlesso dos Santos - (Universidade Estadual de Maringá).

10h15 às 10h45: Intervalo.

10h45 às 11h30: Diretrizes nacionais: reflexões sobre o caminho a seguir - Carla Molento (Universidade Federal do Paraná).

11h30 às 13h30: Intervalo para almoço.

13h30 às 14h15: Visão do produtor de ovos em relação ao bem-estar de poedeiras - Roberto Flávio S. Pecoits - (Gralha Azul Avícola).

14h15 às 15h: As necessidades de adaptações na produção de ovos frente às demandas internacionais, sugestões para curto, médio e longo prazo - Iran José Oliveira da Silva (USP/ESALQ/NUPEA).

15h às 15h45: Auditoria em granjas comerciais de poedeiras com sistemas cage free, free range e caipira: uma experiência prática - Rosângela Poletto (IFRS).

15h45 às 16h15: Intervalo.

16h15 às 17h45: Posicionamentos das ONGs frente as demandas do No CAGE: Expectativa para 5 anos – Lúcia Gomes (Mercy for Animals), Maria Fernanda Martin Guimarães (HSI - Humane Society International) e Patrycia Sato (Fórum Animal).

17h45 às 18h: Encerramento. 

Dia 4 de outubro – MARINGÁ - PR

8h às 08h30: Credenciamento dos participantes.

8h30 às 9h: O Mapa e a posição do mesmo sobre a cadeia de produção de ovos e o BEA - Liziè Pereira Buss (Mapa).

9h às 9h30: Apresentação das ações do Projeto BEA - Poedeiras - Helenice Mazzuco (Embrapa Suínos e Aves).

9h30 às 10h15: Ética na produção de ovos visando o bem-estar das poedeiras - Tatiana Carlesso dos Santos - (Universidade Estadual de Maringá).

10h15 às 10h45: Intervalo.

10h45 às 11h30: Diretrizes nacionais: reflexões sobre o caminho a seguir - Carla Molento (Universidade Federal do Paraná).

11h30 às 13h30: Intervalo para almoço.

13h30 às 14h15: Visão da ABPA em relação ao bem-estar de poedeiras - Tabatha Lacerda (ABPA).

14h15 às 15h: As necessidades de adaptações na produção de ovos frente às demandas internacionais, sugestões para curto, médio e longo prazo - Iran José Oliveira da Silva (USP/ESALQ/NUPEA).

15h às 15h45: Auditoria em granjas comerciais de poedeiras com sistemas cage free, free range e caipira: uma experiência prática - Rosângela Poletto (IFRS).

15h45 às 16h15: Intervalo.

16h15 às 17h45: Posicionamentos das ONGs frente as demandas do No CAGE: Expectativa para 5 anos – Lúcia Gomes (Mercy for Animals), Maria Fernanda Martin Guimarães (HSI - Humane Society International) e Patrycia Sato (Fórum Animal).

17h45 às 18h: Encerramento.

(A Hora do Ovo, com informações e fotos da assessoria de imprensa da Embrapa Suínos e Aves)

POSTE AQUI O SEU COMENTÁRIO




Exibir comentários

    Não há comentários!