Entidades avícolas brasileiras se reúnem para organizar Semana do Ovo 2018 - No Mundo do Ovo - A Hora do Ovo

o site de notícias do mundo do ovo

ARTABASNetto AlimentosVET IMPORT

No Mundo do Ovo


publicidade
VET IMPORTBOEHRINGER INGELHEIM
http://www.ahoradoovo.com.br/arquivos/img/2018/7/1478_4531_conteudo_g.jpg
Representantes de associações e diretoria do IOB debatem ideias para a Semana do Ovo 2018: união

 

O sucesso da Semana do Ovo 2017 inspirou o Instituto Ovos Brasil a manter em alta a união das entidades avícolas este ano, por isso, promoveu na sede da entidade, em São Paulo, uma reunião para debater ações e somar forças e ideias para uma Semana do Ovo 2018 ainda melhor. Este ano, a Semana acontece entre os dias 7 e 12 de outubro.

Foi no dia 28 de junho que o IOB recebeu em sua sede membros de entidades de vários estados para contar suas experiências com o marketing do ovo e sugerir ideias para a promoção deste ano. “A ideia é casar as ações estaduais com as nacionais e dividir o conhecimento”, informa a assessoria de imprensa do Instituto Ovos Brasil. “Um exemplo prático é a AVIPE (Associação dos Avicultores de Pernambuco) que conta com uma agência de comunicação e marketing e colocou os trabalhos desses profissionais à disposição do IOB.”

Estiveram presentes com seus representantes as seguintes entidades: AGA (Goiás), ABA (Bahia), Avimig (Minas Gerais), Avipe (Pernambuco), Aceav (Ceará), APA (São Paulo) e AVES (Espírito Santo).

Na reunião, informa o IOB, cada representante contou um pouco de como promoveu o ovo no ano passado usando, inclusive, os materiais publicitários oferecidos pelo Instituto Ovos Brasil. As mídias sociais também foram aliadas das associações na divulgação do ovo.

A ACEAV, do Ceará, chamou a atenção por ter feito diversos tipos de brindes, como sacolas, cartilhas e calendários. A AVES, do Espírito Santo, investiu na educação de crianças com o apoio e participação de pedagogas. “Percebeu-se que, na região de Santa Maria do Jetibá – importante polo produtor de ovos do Brasil - os pequenos tinham certo preconceito em dizer que eram filhos ou tinham outro parentesco com produtores de ovos. Em três escolas municipais, as pedagogas contratadas pela associação trabalhavam essa questão e conseguiram transformar o que era vergonha em orgulho. E ainda melhoram o conhecimento da geração futura sobre a avicultura de postura”, destaca o IOB.

Ainda durante a reunião foi relatado que há associações que contam com investimento maior e outras que buscam ações a custo zero. “Mas isso não significa menos visibilidade. Na Bahia (ABA), por exemplo, em parcerias com nutricionistas, o cardápio de algumas empresas foi alterado para oferecer opções de pratos preparados à base de ovos.”

Outra ideia surgida durante a reunião, segundo informa o Instituto Ovos Brasil: “A Associação Paulista de Avicultura (APA), para 2018, estuda a possibilidade de fazer um vídeo em que uma figura importante do agronegócio prepara uma omelete. A entidade paulista também apoia o evento realizado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP de Pirassununga. Na ocasião acontecem palestras de técnicos e especialistas na área. O objetivo é quebrar mitos e paradigmas sobre o ovo e salientar seus benefícios na alimentação humana.”

O INSTITUTO OVOS BRASIL é uma entidade sem fins lucrativos criada em 2007 com objetivo de esclarecer a população sobre as propriedades nutricionais do ovo, os benefícios que este alimento proporciona à saúde, além de desfazer mitos sobre seu consumo. O IOB tem atuação em todo o território nacional e hoje é referência em informação sobre ovos no Brasil. O site da instituição (www.ovosbrasil.com.br) reúne campanhas, dados, pesquisas e artigos de credibilidade para o público em geral e profissionais das mais diversas áreas.

(A Hora do Ovo, com informações e fotos da assessoria de imprensa do Instituto Ovos Brasil)

POSTE AQUI O SEU COMENTÁRIO




Exibir comentários

    Não há comentários!