MSD promove debate sobre laringotraqueíte infecciosa em Bastos (SP) - Empresas & Produtos - A Hora do Ovo

o site de notícias do mundo do ovo

VET IMPORTNetto AlimentosSemana do Ovo 2018

Empresas & Produtos


publicidade
ValeplastVET IMPORT
http://www.ahoradoovo.com.br/arquivos/img/2018/7/1504_4687_conteudo_g.jpg
Guillermo Zavala: laringotraqueíte

A MSD Saúde Animal promove neste dia 26 de julho, em Bastos (SP), palestra sobre a laringotraqueíte infecciosa, trazendo ao Brasil o especialista mundial em doenças aviárias, o professor Guillermo Zavala, da Universidade de Geórgia, nos Estados Unidos. O especialista falará sobre as experiências globais no controle da doença. A doença foi notificada pela primeira vez no Brasil em 2002 em aves de postura de ovos comerciais na região de Bastos, município considerado o maior produtor de ovos do país.

E será na Capital do Ovo, no espaço de eventos Kanoah, que a MSD Saúde Animal reunirá produtores e técnicos para debater o assunto. O encontro acontece no Espaço Kanoah, em Bastos (SP) e terá na apresentação e condução dos trabalhos o também palestrante Gustavo Perdoncini, coordenador de Contas-Chave Postura Comercial de Avicultura da MSD Saúde Animal. Perdoncini apresentará as ferramentas disponíveis para o controle da laringotraqueíte no Brasil.

“Poucos agentes respiratórios são tão hábeis para driblar as medidas de controle e biosseguridade impostas nas granjas quanto o vírus da laringotraqueíte infecciosa”, conta Perdoncini, segundo o qual, “as características deste herpesvírus permitem que ele se aloje de forma latente dentro do organismo das aves, vindo somente a se manifestar e causar graves consequências quando uma alteração da saúde ocorrer e o sistema imunológico das aves for afetado.”

http://www.ahoradoovo.com.br/arquivos/img/2018/7/1504_4686_conteudo_g.jpg
Gustavo Perdoncini: biosseguridade

Por isso, ressalta o profissional da MSD, é importante cumprir os protocolos impostos, entre os quais a vacinação, um dos pontos mais importantes. “Dentro do esquema de vacinação, atualmente, as vacinas recombinantes são as únicas aprovadas para controle dessa doença pelo Ministério da Agricultura, e, nesse sentido, as vacinas recombinantes utilizando o vetor HVT, INNOVAX ILT, são a melhor opção para manter o desafio desse vírus sob controle.”

A vacina é aplicada nos incubatórios (in ovo ou subcutâneo) e permite que as aves já enfrentem os desafios de campo de forma uniforme e eficiente.

A MSD Saúde Animal produz e fornece ao mercado produtos para a saúde animal. A empresa tem mais de um século de história e está presente em mais de 50 países e com produtos disponíveis em 150 mercados.  

(A Hora do Ovo, com informações e fotos da assessoria de imprensa da MSD)

POSTE AQUI O SEU COMENTÁRIO




Exibir comentários

    Não há comentários!